CULTURA, CRENÇAS E VALORES ORGANIZACIONAIS

José Francisco de Morais

Diretor e Consultor Corporativo

COMANDA Educação Corporativa

O que é Cultura Organizacional?

Para que serve? Como ela atua no comportamento organizacional?

As respostas a estas indagações têm correlação direta com nossa percepção, interpretação e reconhecimento da importância da cultura organizacional no “Modos Operandi” do mundo corporativo.

A cultura organizacional determina crenças, valores (para lidar com o ambiente) e técnicas.

Ela é compartilhada entre os contemporâneos e é transmitida de geração em geração que passa pela empresa.

Em um ambiente de cultura tradicionalista, torna-se difícil implementar inovações porque a cultura organizacional costuma ser tão forte que padroniza a percepção e a interpretação dos indivíduos.

A cultura organizacional é influenciada pela estrutura burocrática, estilo de gestão, história e propriedade, tamanho, tecnologia, metas e objetivos, ambientes e pessoas.

A cultura corporativa é “a forma como fazemos as coisas por aqui”

Por que cultura corporativa é importante?

Porque especifica como as pessoas se relacionam;
Especifica regras e procedimentos;
Especifica comportamentos no trabalho e define padrões
Dar significado as coisas
O que é afinal a cultura organizacional?

É o conjunto de pressupostos básicos por um grupo na medida em que aprendeu a lidar com os problemas da adaptação externa e integração interna;
É o conjunto de significados compartilhados por um grupo, que permite a seus membros interpretar e agir sobre seu ambiente;
São valores e crenças vigentes na organização e os comportamentos individuais e coletivos decorrentes;
É um conjunto de valores e pressupostos básicos expressos em elementos simbólicos, que em sua capacidade de ordenar, atribuir significações, construir a identidade organizacional, tanto agem como elemento de comunicação e consenso, como ocultam e instrumentalizam as relações de dominação;
É a hierarquia social, como fruto de aprendizado transmitido de geração em geração;
É o mecanismo adaptado, por excelência, da espécie humana

Cultura e Estilo Gerencial

O Estilo Gerencial tem uma gama variada de orientações, podendo ser:

Orientada para lucros;
Orientada para dentro (pode ser tradicional. Líder de mercado, prepotente);
Orientada para fora (empresa nova, copiadora de tecnologia);
Orientada para mercado;
Orientada para finanças;
Orientada para produção;
Desorientada.
O Estilo Gerencial se diferencia pelas ênfases, as mais encontradas são:

Ênfase nos objetivos;
Ênfase na tarefa;
Ênfase no relacionamento;
Ênfase nas crises (incêndios, espírito de união);
Ênfase na demonstração;
Ênfase na dublagem (porque nos EUA, França…);
Ênfase na tradição (faço há 30 anos e sempre deu certo);
Ênfase na ênfase (empresas comerciais, faz uma propaganda e sai da crise).

Valores, Crenças e Cultura de Alta Performance

Conhecer a história da empresa, berçário dos valores e crenças, é importante para compreendermos porque ela valoriza determinadas coisas.

O desafio imposto aos gestores responsáveis pela transformação e evolução do modo de pensar reinante nas organizações é encontrar o ponto de equilíbrio entre desafiar a cultura organizacional e ao mesmo tempo respeitá-la para controlar os padrões de transformação, ter um norte, uma direção, parar construir a Visão, Missão e desenvolver uma cultura de alta performance.

A COMANDA Educação Corporativa oferece cursos no domínio da Gestão de Mudanças, Comunicação Interpessoal e Comunicação Organizacional, Gestão do Tempo, Delegação, Liderança de Reuniões e Técnicas de Apresentação, Competências de Gestão e Habilidades Gerenciais entre outros. Consulte nosso site ou entre em contato com a equipe de apoio pelo tel 11 3097-9646, teremos imenso prazer em atendê-los (as).

Agradecemos pela leitura desta resenha e colocamo-nos ao seu dispor.